Messias Britto - convite!

Músico autodidata, natural de Euclides da Cunha, no sertão baiano, com 12 anos viu um cavaquinho pela primeira vez. Aos 14 anos, conheceu o choro ao ouvir Waldir Azevedo em um disco de vinil, fascinado pelo gênero, formou com amigos o primeiro grupo de choro do sertão baiano, ?Os Chorões do Cumbe?.


Com 19 anos se mudou para Salvador, a convite do Clube do Choro da Bahia. Na capital, deu aulas práticas de cavaquinho e fez parceria com o SESI, levando o projeto "Cavaquinho na Música Brasileira" para várias escolas, tocando um repertório de choro e MPB.


Em "Cavaquinho Polifônico", reúne em seu show interpretações solo, desafiando quem acredita que o instrumento só funciona bem se estiver acompanhado de outros, defendendo enfaticamente a riqueza do instrumento. “Ele é capaz de tocar qualquer gênero e em qualquer formação. Ainda há muito a ser explorado.”


0 visualização

© 2020 por PixinganoVale. Choro para Todos.